Hora local: 01:11
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Cerimónia de Entrega de Diplomas aos participantes dos programas de Educação Parental

2017/03/06

No âmbito do Grupo de Trabalho de Educação Parental da Rede Social, cujo principal objectivo é fundar uma intervenção familiar, tendo por base os princípios da educação parental, o Presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Manuel Moreira, acompanhado da Vereadora com o Pelouro da Acção Social, Gorete Monteiro, presidiu à Cerimónia de Entrega de Diplomas aos participantes dos programas de educação parental desenvolvidos no concelho do Marco de Canaveses.

A cerimónia decorreu na manhã desta segunda-feira, 6 de março, no Auditório Municipal. Na mesa de honra estiveram também presentes, os representantes das entidades que colaboraram na dinamização dos programas, nomeadamente, Manuel António em representação da Fundação Santo António - ECLP do CLDS3G, António Ribeiro em representação do Agrupamento de Escolas de Marco de Canaveses e Sandra Carneiro em representação da CERCIMARCO.

Esta acção, para além de valorizar cada um dos participantes, tem como objectivo secundário o de divulgar esta prática através de todos os meios de comunicação, nomeadamente os órgãos de comunicação social, e assim, pela comunidade em geral.

O PROGRAMA EDUCAÇÃO PARENTAL.

Dar a cada família o suporte que ela precisa e deseja, principalmente as que por diferentes motivos estão a experienciar riscos particulares, é a trajectória de intervenção social com mais probabilidades de promover o bem-estar de cada criança, jovem e família. A Educação Parental é uma das concretizações desta resposta.

O Programa de Educação Parental foi desenvolvido de 26 de Janeiro a 10 de maio de 2016, no âmbito da Rede Concelhia de Educação Parental – Rede Social do Marco de Canaveses. Esta rede é um grupo de trabalho constituído pelas entidades da Rede Social e por outras entidades que se dedica a promover a educação parental como modelo de intervenção familiar no concelho.

Fizeram parte deste programa as seguintes entidades: Agrupamento de Escolas do Marco – Gabinete de Apoio ao Aluno, Centro de Saúde do Marco de Canaveses, Núcleo Local de Inserção Social com as equipas RSI da CERCIMARCO, do Centro Paroquial da Vila de Alpendorada, do Centro Social de S. Martinho de Soalhães, EMAT – Equipa Multidisciplinar de Apoio o Tribunal, CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Marco de Canaveses.

Este grupo, para além de trabalhar na constituição do grupo do programa, sinalizando as famílias e identificando as principais necessidades, acompanhou-as sessão a sessão e divulgou o programa.

Assumiu particular relevância no programa a parceria com o Agrupamento de Escolas do Marco - Equipa Técnicos Especializados TEIP3, pela disponibilização de um assistente social, que desenvolveu o programa com o facilitador do Caerus – CLDS3G.

O programa de educação parental “Mais Família, Mais Criança” teve a duração de sensivelmente quatro meses, constituído por 14 sessões e 9 oficinas práticas de frequência semanal.

Esta iniciativa, baseada no Programa “Incredible Years” da Dr.ª Carolyn Webster-Stratton – um programa reconhecido e estudado a nível internacional – tem como objetivo central o estabelecimento de uma boa relação afetiva entre pais e criança, sem descurar a autoridade sempre necessária. Para tal, são abordados temas como a autoestima da criança; o brincar como meio de promover as competências cognitivas; os elogios e os prémios como forma de fazer sobressair o melhor da criança; as recompensas concretas que motivam qualquer criança; o estabelecimento eficaz de limites; e o saber ignorar.

O programa “Mais Família” baseia-se no conceito de Parentalidade Positiva conforme promovido pelo Conselho Europeu desde 2006. Na prática significa partir do princípio de que os pais (e outros cuidadores) devem “(…) apresentar um comportamento parental baseado no melhor interesse da criança e que assegure a satisfação das suas principais necessidades, tal como a sua capacitação sem uso de violência, proporcionando-lhe o reconhecimento e a orientação necessários, o que implica a fixação de limites ao seu comportamento, para possibilitar o seu pleno desenvolvimento”.

Os objetivos das sessões são dotar as famílias de ferramentas e recursos que lhes permitam aumentar a sua qualidade de vida e, em simultâneo, que promovam a sua sustentabilidade familiar, bem como dotá-las de novas estratégias de intervenção no seio familiar.

Esta atividade insere-se na atividade Oficinas em Família do Caerus – CLDS3G do Marco de Canaveses, cujo objetivo é o desenvolvimento de estratégias ao nível da qualificação das famílias, designadamente informação dos seus direitos de cidadania, desenvolvimento de competências e aconselhamento em situação de crise (ações de educação parental).

Outras notícias