Hora local: 09:30
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Celebrado Acordo de Cooperação entre o Conselho Nacional de Supervisores, CCDR-N e a CIM do Tâmega e Sousa sobre Formação Financeira

2017/06/19

O Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, Manuel Moreira, e enquanto município integrante da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM-TS), assinou, esta manhã, um Acordo de Cooperação com o Conselho Nacional de Supervisores (Banco de Portugal, Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) sobre Formação Financeira na região Norte.

A cerimónia decorreu no Salão Árabe, no Palácio da Bolsa, na cidade do Porto.

O acordo enquadra-se Plano Nacional de Formação Financeira "Todos Contam", que "visa contribuir para elevar o nível de conhecimentos financeiros da população e promover a adoção de comportamentos financeiros adequados, através de uma visão integrada de projetos de formação financeira e pela junção de esforços das partes interessadas, concorrendo para aumentar o bem-estar da população e para a estabilidade do sistema financeiro".

Com este acordo, pretende-se assim "reforçar a formação financeira das autarquias da região Norte e apoiar as suas iniciativas de formação financeira dirigidas às populações locais".

A assinatura marca o arranque de um projeto-piloto que tem como objetivo "aumentar o papel das autarquias na formação dos munícipes em matéria de gestão de finanças pessoais e familiares", sendo que o Conselho Nacional de Supervisores Financeiros vai começar por formar técnicos das câmaras municipais que, por sua vez, irão depois promover ações diretas para formar os cidadãos.

"Para atingir este objetivo os supervisores, com o apoio da CCDR-N, propõem-se reforçar as competências financeiras das autarquias locais e apoiar as suas iniciativas de informação e formação financeira junto dos respetivos munícipes, em colaboração com as juntas de freguesia e as Instituições Particulares de Solidariedade Social".

No Norte, e numa primeira fase, a iniciativa irá envolver a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM-TS), "no sentido de chegar às respetivas 11 câmaras municipais através de ações de informação e formação financeira, campanhas de sensibilização e distribuição de materiais informativos".

Refira-se ainda que esta parceria com a CCDR-N representa, um projeto-piloto que se pretende replicar junto de outras CCDR do país.

Outras notícias