Hora local: 15:08
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Câmara Municipal equipa escolas com videoprojetores e quadros interativos

2017/09/26

O Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, Manuel Moreira, e a Vereadora da Educação, Gorete Monteiro, procederam à entrega simbólica de videoprojetores aos jardins-de-infância de Paços de Gaiolo, Quinta de Casal e Vila Nova (Marco), Lordelo, Maureles e Igreja (Vila Boa de Quires e Maureles).

Mais um objetivo no âmbito do plano educativo municipal que visa «garantir um videoprojetor por cada escola do pré-escolar no decorrer do presente ano letivo de 2017/2018», disse o Autarca.

Equipamentos que cativaram de imediato os mais pequenos, ansiosos por saber o que podem aprender e fazer com este novo dispositivo.

Para além dos videoprojetores, estão ainda a ser distribuídos pelas escolas do 1º ciclo básico, quadros interativos para completar a rede tecnológica já existente no concelho do Marco de Canaveses. Soluções integradas para apresentações multimédia que permitem demonstrar, de forma prática e funcional, conteúdos digitais a uma assistência.

«Estamos a equipar as salas de aula das nossas escolas do 1º ciclo com estes equipamentos interativos, que são fundamentais para estimular as nossas crianças, envolvendo-as numa aprendizagem dinâmica e participativa. Nos dias que correm, o recurso às novas tecnologias permite oferecer aos nossos jovens estudantes experiências multimédia capazes de gerar interesse, interação entre alunos e professores, e claro uma aprendizagem de sucesso», realçou Manuel Moreira.

Para além disso, os quadros interativos «podem ser utilizados por todos os alunos sem exceção, o que é sem dúvida uma mais-valia. Queremos um concelho e uma escola inclusivos, acessível a todos, estimulando a participação de todos os alunos», notou o Edil.

A educação à distância é também outra potencialidade dos quadros interativos.

Esta medida da Câmara Municipal do Marco de Canaveses - videoprojetores e quadros interativos - representou um investimento de cerca de 93 mil euros, «a total expensas do município, com o objetivo de modernizar as nossas escolas e proporcionar um ensino de qualidade», afirmou Manuel Moreira.

Outras notícias