Hora local: 08:52
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Câmara cede quadro de Paula Rego à “Casa das Histórias Paula Rego”

2019/01/30

A Fundação D. Luís I, com sede em Cascais, solicitou à Câmara Municipal de Marco de Canaveses o empréstimo por um ano, de uma peça do acervo do Museu Municipal Carmen Miranda – Um quadro da Coleção Paula Rego, intitulado “September Afternoon”, que ficará guardada na reserva de pintura da Casa de Histórias Paula Rego, de forma a poder ser exposto, de acordo com a programação de exposições do Museu.

O pedido, objeto de protocolo, mereceu a aprovação em reunião de Câmara e Cristina Vieira sublinha que a “inclusão desta peça em exposição, além de prestigiante, permite a divulgação do acervo municipal de Marco de Canaveses”.

A obra de arte encontra-se na posse do Município desde 1974, integrava o acervo do Museu Municipal do Marco de Canaveses, praticamente desde a sua instituição no antigo edifício/escola “Conde de Ferreira”, transitou depois para o acervo do Museu Municipal Carmen Miranda, inaugurado em 13 de outubro de 1985.

O reconhecimento da autenticidade da obra foi agora feito pela autora, a pedido da Câmara Municipal, por intermédio da galeria Marlborough Fine Art, de Londres, com quem Paula Rego colabora.

“September Afternoon” poderá fazer parte de uma série de obras produzidas na década de 1960, cujo paradeiro de um grande número de quadros é desconhecido.

A obra de arte poderá vir a integrar o catálogo “Raisonnè”, projeto que surge na sequência da exposição 1961: Ordem e Caos (maio-novembro 2014), que veio resgatar do desconhecimento ou esquecimento, um conjunto de obras produzido entre as décadas de 1950 e 1961.

As obras deste período da vida de Paula Rego introduziram no panorama artístico português da década de 1960 um efeito singular e inesperado. A liberdade do seu desenho, a expressão subjetiva dos temas e a combinação de técnicas, nomeadamente a colagem, constituíram uma proposta formal renovadora, para além de manifestarem uma abordagem pessoal das tendências que marcavam a arte internacional desse período.

A Fundação D. Luís I, na qualidade de gestora do Museu Casa das Histórias Paula Rego, assegura todas as condições exigíveis para a salvaguarda das peças, desde embalagem, transporte e manuseamento, e aceita a realização de um seguro acordado previamente com o Município de Marco de Canaveses.

 

Outras notícias