Hora local: 21:14
logotipo
Você está aqui: Página inicial

"Concelho tem condições para uma política social ambiciosa"

2019/03/01

A Santa Casa da Misericórdia do Marco de Canaveses apresentou ao público, no dia 27 de fevereiro, as obras de requalificação da Estrutura Residencial para Idosos (ERPI). Na cerimónia, que decorreu no Auditório Paroquial D. António Francisco dos Santos, esteve o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, a Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, Cristina Vieira, a Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Marco de Canaveses, Maria Amélia Ferreira, bem como convidados e colaboradores desta Instituição Marcuense.

Para o Ministro do Trabalho esta “é uma excelente obra de requalificação, o que quer dizer que a obra inicial tinha as suas qualidades, mas é uma reconstrução completa do equipamento, que passa a ficar de topo, de qualidade para esta valência, que é extremamente importante e muito necessária nesta região e neste Concelho”.

Vieira da Silva falou também dos investimentos previstos, em particular no próximo quadro comunitário, acrescentado que “neste Concelho estão criadas as condições para desenvolver uma política social ambiciosa e rigorosa mas com vontade de reforçar a rede social e de pôr as instituições a trabalhar umas com as outras”, rematou o Governante.

A Presidente da Câmara do Marco de Canaveses enalteceu o excelente trabalho desenvolvido pela Santa Casa da Misericórdia no que respeita “aos seus colaboradores, pessoas muito capazes e afáveis, que fazem toda a diferença na vida dos idosos, daqueles que estão mais dependentes, daqueles que procuram uma palavra amiga e que vêm nestas Instituições a sua família”.

 

Para a Autarca, no Concelho do Marco de Canaveses “há excelentes Instituições como referência, que tem inovado muito nas respostas sociais e, por isso tem recebido apoio comunitário para os investimentos que estão a fazer”. Contudo, refere ainda Cristina Vieira, “esta Estrutura não chega para aquilo que é a lista de espera que temos no Concelho. O apelo que temos feito ao Sr. Ministro é no sentido de ajudar as outras Instituições. O Município precisa pois temos uma população idosa, que requer alguns tratamentos de saúde”, concluiu a Presidente da Câmara.

A Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Marco de Canaveses, Maria Amélia Ferreira, visivelmente satisfeita, realçou, por sua vez, que “as obras de requalificação vão permitir uma funcionalidade muito ativa dos utentes que não existia antes, com um circuito de manutenção e estimulação sensorial e cognitiva para tentar preservar ao máximo estas capacidades. Isto é um desafio enorme para o Marco de Canaveses e fundamentalmente para servir de exemplo de boa prática naquilo que as Instituições se devem dedicar em cuidar daqueles que já de nós cuidaram”, concluiu a Provedora.

Após a sessão de abertura no Auditório, seguiu-se a cerimónia oficial de descerramento da placa alusiva à Requalificação e a visita às instalações da ERPI. No final teve lugar um Porto de Honra.

 

Outras notícias